TRATAMENTO BENEFICIAMENTO RECICLAGEM SERVICE RESPONSABILIDADE SOCIAL INFORMATIVOS NOTÍCIAS GALERIA DOWNLOADS QUEM SOMOS FALE CONOSCO

. RENOVA TRATAMENTO
CO-PROCESSAMENTO DE RESÍDUOS

Energia das sobras para a construção de um mundo sustentável.

A busca por novas fontes de energia, que substituam matérias-primas e combustíveis fósseis, recuperando este potencial de materiais que seriam desperdiçados, é uma ação já desenvolvida e adotada por países desenvolvidos, desde a década de 1970, e uma solução que a cada dia vem sendo mais procurada em nosso país, pelo fato de ajudar a preservar recursos para as gerações futuras. Assim, somada a intenção de oferecer novas soluções aos seus clientes, explorando fontes alternativas de energia, o Grupo Renova criou a unidade de tratamento de resíduos, denominada Renova Tratamento, sediada em Arujá – São Paulo, que atua exclusivamente no segmento de co-processamento.

Uma técnica usada para destruir resíduos industriais de maneira responsável e definitiva, sem a criação de passivos ambientais, extraindo o alto poder calorífico dessas matérias-primas destinadas à produção de combustíveis potentes o bastante para manter superaquecidos os fornos das empresas parceiras para as quais prestamos estes serviços.

 

 

FONTES DE COMBUSTIVEL ALTERNATIVO

  • Borras de tinta, chicletadas e polimerizadas; solventes; resinas; colas e látex isentos de líquidos livres;
  • Panos; estopas; luvas; EPIs; borrachas; madeiras; plástico; papel; papelão; embalagens vazias; catalisadores e filtros em geral;
  • Terra e serragens contaminadas com óleos; graxas; solventes e outros produtos químicos;
  • Lodos de ETE (resíduos contendo metais, provenientes do processo de tratamento de efluentes industriais);
  • Borras de óleo pastosa, depositadas em equipamentos de limpeza de linhas; tanques de óleo; lubrificação de máquinas e caixas de contenção, além de sobras de outros processos;
  • Material refratário de revestimentos de fornos.


.
Linha Trituração

 

COMPROMISSO RENOVA TRATAMENTO COM A POLÍTICA AMBIENTAL
TAMBÉM PODEMOS PASSAR SOMENTE PARA A RESPONSABILIDADE SOCIAL

  • Atender os requisitos legais, e subscritos, às suas atividades, produtos e serviços;

  • Estabelecer, implementar e manter, objetivos, metas e sistema de gestão adequados aos seus aspectos ambientais;

  • Identificar, monitorar e controlar os impactos ambientais oriundos de suas atividades, produtos e serviços, a fim de reduzir prejuízos ao meio ambiente. Em especial atenção ao solo e águas subterrâneas.

  • Gerenciar os resíduos industriais, aprimorando suas reciclagens, oferecendo análises dentro dos melhores padrões;

  • Garantir o melhor desempenho no reaproveitamento dos resíduos;

  • Otimizar, sempre que possível, o uso da energia, água e matéria prima, visando a preservação de recursos naturais;

  • Melhorar continuamente seu desempenho ambiental, buscando sempre a prevenção da poluição, através de medidas técnicas e economicamente viáveis.

 

 

Coprocessamento

O coprocessamento é uma técnica usada para destruir resíduos industriais de maneira responsável e definitiva, sem a criação de passivos ambientais.
Ao mesmo tempo, é uma forma de substituir matérias-primas e combustíveis fósseis, recuperando energia e materiais que seriam desperdiçados, preservando recursos para gerações futuras.
Com o intuito de aumentar a oferta de soluções aos seus clientes e também explorar fontes alternativas de energia que por muito tempo foram desperdiçadas, o Grupo Renova investiu no mercado de co-processamento de resíduos utilizando resíduos diversos, a empresa extrai o alto poder calorífico dessas matérias-primas e produz combustíveis potentes o bastante para manter os fornos das cimenteiras superaquecidos.
Com o coprocessamento a companhia investiu maciçamente na aquisição de equipamentos altamente tecnológicos, como trituradores, granuladores, bombas calorimétricas e medidores de íons seletivos, além das adequações necessárias em suas instalações para atuar no segmento. 
Em todas as etapas da produção do combustível alternativo, que tem como destino final empresas parceiras do Grupo Renova. Através de um processo altamente qualificado e rastreado, todas as cargas recebidas são devidamente amostradas e analisadas no laboratório próprio da empresa antes de serem processadas.
A partir dessa avaliação, um complexo sistema produtivo é iniciado, levando-se em consideração as características de cada resíduo, de modo a obter o CDR (combustível derivado de resíduo) de melhor qualidade possível para uso nas fábricas de cimento. Todo o procedimento é minuciosamente acompanhado por análises laboratoriais, o que garante excelência e precisão na destinação dos resíduos e produção do CDR, além de proporcionar absoluta tranquilidade aos clientes.

Processo de produção:

Processo de Produção

 

 

 

Unidade Operacional de Trituração e Preparação de CDR.

Estrada de Acesso à Cimbagé, s/n.
Candiota – RS - 96495-000
Fone: (53) 3245-7474

Unidade operacional de trituração e preparação de CDR de resíduos classe II voltados, principalmente, para a Indústria Calçadista.

Os resíduos são preparados para serem utilizados na torre de pré-calmação ou no maçarico principal com substituto térmico de combustíves para o forno.

Esta operação garante total eliminação de trasso visto que todo o resíduo é co-processado nos fornos, trazendo segurança total para o cliente com emissão de certificados de destruição térmica, proporcionando o fechamento do ciclo sustentável de todo o processo.

 

 

 

Unidade Tratamento

Av. Takara Belmont, 178 - Centro Industrial de Arujá - Arujá - SP - 07411-710
Fone: 55 11 4655-2445   4655-4893

 

Estrada de Acesso à Cimbagé, s/n. - Candiota – RS - 96495-000
Telefone: 55 53 3245-7474